CORINTHIANS VENCE A PONTE PRETA POR 3 A 0 E ABRE GRANDE VANTAGEM PELO TÍTULO

 

Em grande atuação do meia Rodriguinho, o Corinthians construiu ampla vantagem em busca do 28º título paulista de sua história ao vencer a Ponte Preta na tarde deste domingo (30) por 3 a 0, em pleno Moisés Lucarelli. Com o resultado, o time do Parque São Jorge pode até perder por dois gols de diferença na Arena, em Itaquera, no próximo domingo, 7 de maio.

Festa e tensão se misturaram nos primeiros minutos de jogo no Moisés Lucarelli. Ciente da dificuldade que teria neste momento, o Corinthians procurou controlar a partida ficando com a bola desde o início. Assim, levou perigo com Romero e Jô, aos 3 e aos 9 minutos, respectivamente.

O gol corintiano não tardou a sair. Romero dominou na esquerda e tocou para Jô dentro da área. Como um autêntico pivô, o camisa sete apenas encostou na bola para deixar Rodriguinho livre, na frente de Aranha. O chute alto foi indefensável.

Com o Corinthians na frente a Ponte se lançou ao ataque, mas apesar das diversas investidas não conseguiu levar grande perigo para Cássio. Fora do próximo jogo por receber o terceiro cartão amarelo, Rodriguinho foi quem teve as melhores chances de mexer no placar. Primeiro de cabeça, aos 44 minutos, quando Aranha defendeu; e depois nos acréscimos, livre dentro da área, bateu forte, mas para fora.

Para o segundo tempo Gilson Kleina mexeu. Tirou Reynaldo e Jadson para as entradas de Arthur e Renato Cajá. Além disso a postura também foi diferente e os donos da casa reiniciaram o jogo com mais ímpeto. Na chance mais clara de gol, Lucca teve chute travado pelo zagueiro Pablo.

Com a Ponte Preta se lançando, o Corinthians ganharia espaço no ataque. Rodriguinho soube se aproveitar disso quando aos 14 minutos arrancou bem pela esquerda, deixou dois marcadores para trás antes de rolar para Jadson, já dentro da área, bater de primeira para ampliar o placar.

Com Clayson, em duas oportunidades, a Ponte tentou responder. Primeiro após linda jogada de William Pottker que cruzou para dentro e viu o camisa 7 perder na dividida. Depois em chute de fora da área que passou perto do gol. O Corinthians, porém, apresentava perigo nos contra ataques em busca do terceiro gol. Rodriguinho e Clayton obrigaram Aranha a fazer boas defesas.

O meia, grande nome do jogo, voltou a aparecer. Após cobrança de lateral, Rodriguinho viu a bola passar por toda a defesa e, da entrada da área, cabeceou no canto direito, sem chances para Aranha.

Ficha técnica

Ponte Preta 0x3 Corinthians

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas;
Data e hora: 30 de abril de 2017, às 16h;
Público: 17.322 (total);
Renda: R$ 685.220,00;
Árbitro: Raphael Claus;
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Luiz Alberto Andrini Nogueira;
Cartões amarelos: Rodriguinho, Gabriel (Corinthians)
Gols: Rodriguinho 14’ do 1ºT; Jadson 14’ e Rodriguinho 35’ do 2ºT

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Fabio Ferreira, Yago (Kadu) e Reynaldo (Arthur); Fernando Bob, Elton e Jadson (Renato Cajá); Lucca, Clayson e William Pottker.
Técnico: Gilson Kleina.

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Paulo Roberto), Maycon (Marciel), Rodriguinho e Jadson (Clayton); Romero e Jô.
Técnico: Fabio Carille.

Comentários