RMC

Contra a dengue, Americana reforça ações de nebulização

Para diminuir a transmissão da dengue em Americana, a Secretaria de Saúde está reforçando as ações de nebulização e educativas. Na próxima segunda-feira terão inicio as atividades de nebulização diurna e noturna na cidade.

 

Seis equipes do Programa Municipal de Controle da Dengue e de empresa contratada percorrerão os bairros Werner Plaas, Colina, Jardim Santana, Machadinho, Parque das Nações, Morada do Sol, Cordenonsi, São Vito e Vila Bertine. Cerca de 8.100 imóveis serão nebulizados durante o dia. O horário do serviço acontece entre 9 e 16 horas.

 

Já no período noturno, das 18 às 21h30, três equipes da Secretaria de Estado da Saúde estarão na Cidade Jardim, Mathiensen e Jardim dos Lírios. Durante as próximas quatro semanas, o serviço acontece acontecerá nos dias 31 de março, 07 de abril, 14 de abril e 22 de abril. 6.400 imóveis dessa região devem ser nebulizados.

 

De acordo com a coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Selma Coelho, todos esses bairros foram escolhidos por serem as áreas de maior transmissão de dengue e por terem a maior quantidade de imóveis. Sobre a ação noturna, Selma explicou que o horário foi definido porque para esse serviço, um carro com uma maquina percorrerá as ruas dos bairros. “Além de facilitar a operacionalidade, há menos tráfego de veículos e as pessoas já estão em casa auxiliando na abertura dos imóveis”, disse.

 

Além da nebulização, nos bairros também haverá bloqueio de criadouros e monitoramento da ação. “A principal vantagem do serviço noturno é o alto rendimento. Dessa forma podemos tratar uma maior área em número reduzido de tempo”, explicou. A ação será em parceria com a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias).

 

A Secretaria de Saúde recomenda que durante a nebulização noturna, os moradores não saiam de casa. Abram as portas, janelas e cortinas, cubram os alimentos e filtros de ar, guarde pratos, copos, talheres, panelas, panos de prato que estiverem expostos. Cubram gaiolas e aquários. Retirem os bebedouros dos animais. Crianças, idosos e pessoas com problemas respiratórios deverão ficar em um cômodo fechado por 30 minutos. Em caso de qualquer intercorrência, a orientação é que procure uma unidade de urgência e emergência.

 

É necessário que a população continue verificando o adequado armazenamento de água, o acondicionamento do lixo e a eliminação de todos os recipientes sem uso que possam acumular água e virar criadouros do mosquito da dengue. É preciso estar alerta em relação aos pratos das plantas e aos materiais inservíveis como latas, baldes e garrafas.

 

Piscinas tratadas não oferecem risco, mas quando elas estão abandonadas, podem se tornar grandes criadouros de dengue. O uso de repelente no corpo três vezes ao dia pode ser adotado – o odor do produto afasta o mosquito -, mas desde que haja orientação médica para isso. Crianças e adultos podem ter reações alérgicas.

 

Pingar algumas gotas de água sanitária, de três a cinco vezes por semana, nos vasos de planta também evita que o mosquito deposite ovos no local. As larvas se desenvolvem apenas em água limpa. Os pratos devem estar justaposto ou com areia. É importante manter as fontes d´água potável, como poços e caixas d´água, sempre fechados.

 

“A presença das larvas dos mosquitos foram identificadas pelos agentes principalmente dentro das casas. O pratinho de planta ainda persiste como o principal local. Há ainda as vasilhas, pneus e as calhas entupidas. Qualquer lixo que esteja no quintal é um potencial criadouro do inseto”, disse Selma. Ela acrescentou que o Aedes Aegypti prefere de água limpa e que a temperatura elevada favorece a multiplicação do mosquito.

 

A recomendação é procurar atendimento médico imediatamente na presença de sintomas como febre alta, dor de cabeça, mal estar, vermelhidão na pele e náuseas, que aparecem aproximadamente 5 a 10 dias depois da picada.

 

Os moradores que identificarem criadouros devem entrar em contato com o SAC da Prefeitura através do telefone 3475-9024 para que o setor acione o Programa Municipal de Controle da Dengue.

 

Semana Estadual de mobilização contra a dengue

Arrastões, exposições e panfletagem estão fazendo parte das ações de Americana na Semana Estadual de Mobilização Contra a Dengue que começou ontem. No holerite dos funcionários públicos e nas contas de água a temática dengue será abordada.

 

A Semana está sendo organizada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e pretende até o dia 29 de março conscientizar a população sobre os riscos da doença, sobre a importância da participação ativa no controle da dengue e dos principais criadouros do mosquito Aedes aegypti.

 

Em Americana, os agentes de controle de vetor e de promoção em saúde do Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD) estão atuando em locais com incidência de dengue e fazendo arrastões em áreas de transmissão. No dia 29 de março, a Praça Basílio Rangel vai receber a exposição educativa com maquete.

 

A Secretaria de Saúde de Americana pede aos moradores que auxiliem no combate a doença. Quem identificar criadouros do mosquito deve formalizar o pedido de vistoria no SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) pelo telefone 3475-9024 ou através do e-mail sac@americana.sp.gov.br.

 

 

Fotos: Bruno Carrenho/Prefeitura de Americana

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br