Conheça mais sobre as verdadeiras pastas árabes e para que servem

As chamadas pastas árabes como Coalhada Seca, Babaganuche e Homus estão entre os “alimentos do bem” no que se refere aos benefícios que podem trazer à saúde. São elaborados com nutrientes, que estimulam o bom funcionamento do intestino, e ainda podem auxiliar como coadjuvantes nas dietas.

A pasta de Coalhada Seca, que contém apenas 260 calorias (100g), é capaz de restaurar a flora intestinal, auxiliar no combate à osteoporose, além de contribuir para o ganho de massa muscular, quando ingerida logo após os exercícios físicos. Outra dica de alimento Já a Homus é rica em proteína, sais minerais e vitaminas do complexo B, e fornece energia necessária para o corpo com apenas 360Kcal. Além disso, o grão-de-bico, principal matéria-prima da pasta, conta com grande quantidade de triptofano, substância que ajuda a produzir serotonina, responsável pela sensação de satisfação.

Já a Babaganuche, feita com berinjela, é uma opção com grande quantidade de água, essencial para manter o corpo hidratado, além de fibras, que auxiliam no bom funcionamento da flora intestinal, isso tudo com apenas 83kcal (100g), e ainda contribui para a diminuição dos níveis do mau colesterol.

De acordo com Beto Isaac, restauranteur da tradicional casa sírio-libanesa Arabesco, “a culinária milenar árabe é rica em cálcio e outras vitaminas, já que a maior parte dos pratos é baseada em alimentos como gergelim, grão-de-bico, lentilha, nozes, castanhas, coalhada, verduras, legumes e cereais. Isso permite uma alimentação equilibrada e de baixa caloria”.

Arabesco

O restaurante fundado em 1987, mantém a proposta de apresentar peculiaridades da cozinha sírio-libanesa. Suas maiores características são os pratos produzidos por meio de receitas familiares, o que cativou a fidelidade dos clientes. O cardápio é o grande segredo do Arabesco.  O restaurante de Beto Isaac tem como preocupação fazer com que às receitas sejam idênticas de sua avó. Por isso, não altera os temperos e proporciona aos clientes e a comunidade árabe mais saudosista, pratos fiéis aos produzidos em determinadas regiões do Líbano e da Síria.

 

Endereços: rua Dr. Homem de Mello, 494 – Perdizes e av. Paulista, 1765 – Edifício Scarpa.

Comentários