Com estádio cheio, Palmeiras e Libertad jogam pela classificação

libertadores

Dependendo apenas das próprias forças para se classificar, Palmeiras e Libertad (PAR) se enfrentam às 19h30 desta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, pela quinta rodada da Copa Libertadores da América. Enquanto o alviverde é vice-líder do Grupo 2, com seis pontos, a equipe paraguaia tem dois pontos e mais e segura a ponta da chave.

A vitória do Tigre (ARG) ante o Sporting Cristal (BOL), por 3 a 1, na noite da última terça-feira, fez com que Palmeiras fique a uma vitória da classificação, enquanto o Libertad depende de apenas um ponto para garantir uma vaga nas oitavas de final do torneio continental.

Na atual temporada, este deve ser o melhor momento do Palmeiras. Além de estar próximo das oitavas de final da Libertadores, o time do técnico Gilson Kleina conquistou duas vitórias seguidas no estadual, uma delas em cima da Ponte Preta, fora de casa, até então única equipe invicta no Paulistão Chevrolet 2013. Esses resultados fizeram com que a torcida palmeirense voltasse a apoiar o time. A prova disso é que todos os ingressos para o confronto desta noite foram vendidos antecipadamente.

Ainda no primeiro turno, quando o Palmeiras enfrentou o Libertad no Paraguai, o time teve uma atuação aquém do esperado, que resultou com a derrota por 2 a 0. Ciente da necessidade de mudar a postura da equipe, o volante Souza garante que empenho não vai faltar. “É um rival difícil, mas lá (no Paraguai) a gente jogou de um modo atípico, não jogamos bem. A gente se perdeu em campo, mas estamos preparados. Sabemos como é jogar contra o Libertad. Vamos fazer de tudo para ser diferente daquele jogo”, falou o camisa 8.

Mesmo treinando na formação 3-5-2 no início da semana, Gilson Kleina faz mistério quanto à escalação da equipe. Contando com os retornos do zagueiro Henrique e do meia Wesley, a única certeza é que o camisa 3 será titular. As dúvidas ficam por conta do meia Ronny, com febre e do atacante Caio, com dores na coxa esquerda. Os vetados pelo departamento médico continuam sendo os meias Valdívia e Patrick Vieira, o zagueiro Leandro Amaro e os atacantes Maikon Leite e Kleber. Suspenso, Vilson também está fora. Por não estar inscritos, o zagueiro André Luiz, o lateral esquerdo Fernandinho e o meia Rondinelly não jogam, assim como o atacante Leandro e o volante Léo Gago, que foram inscritos pelo Grêmio antes de se transferir para o Palmeiras.

Com uma campanha apenas regular no Campeonato Paraguaio, o Libertad tem sofrido críticas da imprensa, principalmente após o empate sem gols diante do Capiatá. Com essa temporada sendo longe do esperado, quando falamos do torneio nacional, a Libertadores é vista como a chance amenizar a pressão dentro do clube.

No Brasil desde a noite da última terça-feira, o Libertad já está praticamente montado para esta partida. A apenas um ponto da classificação, o técnico Rubén Israel não poderá contar com o atacante Velázquez, expulso diante do Sporting Cristal. Na vaga, José Nuñez, que se recuperou de lesão muscular, deve ser o escolhido para começar o jogo de titular.

Esta será apenas a segunda partida entre Palmeiras e Libertad, a primeira no Brasil, pela Copa Libertadores da América. No primeiro encontro, o time paraguaio venceu por 2 a 0, com os dois gols saindo de bolas alçadas na área.

Desde a sua primeira participação na Copa Libertadores da América, em 1961, o Palmeiras já participou de 72 jogos do torneio, sendo 48 vitórias, 15 empates e nove derrotas. Quando o assunto é o gol, o time do Palestra Itália balançou as redes adversárias 158 vezes, sofrendo outro 64 tentos.

Ficha Técnica

Palmeiras: Fernando Prass; Maurício Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Ayrton, Marcio Araújo, Charles, Souza, Tiago Real (Wesley) e Juninho; Vinícius
Técnico: Gilson Kleina.

Libertad: Rodrigo Muñoz; Jorge Moreira, Pedro Benítez, Ismael Benegas e Gustavo Mencia; William Mendieta, Sergio Aquino, Pablo Guiñazú e Miguel Samudio; Nelson Romero e José Ariel Núñez.
Técnico: Rubén Israel.

Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU);
Assistentes: Carlos Pastorino e Carlos Changala (ambos do URU);
Local: estádio do Pacaembu, São Paulo (SP);
Data: dia 11, às 19h30.

 

Fonte: FPF

Comentários

Notícias Relacionadas

Maquiagem ou Transformação? Veja o que um Maquiado... Vadim Andreev é um Maquiador Russo bastante conhecido por lá e que já participou de várias campanhas publicitárias para grandes marcas. Ele promove...
Marina apoia Eduardo Campos, mas não confirma se s... Segunda colocada nas pesquisas admite possibilidade de ser vice, mas não descarta concorrer à Presidência Ueslei Marcelino/Reuters Ex-senadora...
Estudantes de São Paulo acham que existe profissão... Existe profissão de homem e de mulher? A maioria dos estudantes do 3º ano das escolas públicas da cidade de São Paulo respondeu que sim. O resulta...
Shopping Piracicaba oferece kit do alvinegro para ... A partir de quarta-feira (29), os adesivos personalizados serão distribuídos gratuitamente aos clientes   Restam poucos dias para participar da quin...