CEDOC em movimento chega à comunidade

CEDOC em Movimento inicia etapa extramuros do projeto, com atividade envolvendo escolas públicas e privadas de Santa Bárbara d´Oeste e uma exposição itinerante.

Patrocinado pela Caixa Econômica Federal através do Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro, o projeto “CEDOC em Movimento”, iniciativa do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi, inicia a etapa extramuros do projeto, com atividades envolvendo escolas públicas e privadas de Santa Bárbara d´Oeste, além de uma exposição itinerante celebrando os 200 anos do município.

Após a etapa das expedições fotográficas, que reuniu mais de 100 fotógrafos e amantes da fotografia que registraram cenas, poses e olhares de três dos principais pontos histórico-turísticos de Santa Bárbara d´Oeste – Praça Central e Matriz Santa Bárbara, Usina Santa Bárbara e o bairro Santo Antônio do Sapezeiro – o Centro de Documentação Histórica envolve as entidades escolares do município. Tanto as escolas públicas quanto as privadas, cujo atendimento volta-se para o Ensino Fundamental I, foram convidadas para participar desta etapa do projeto. A expectativa da equipe do CEDOC é que cerca de 40 escolas, 80 profissionais de educação e, aproximadamente, 15.000 alunos sejam diretamente beneficiados pelo Baú da História.

“O Baú da História é uma oportunidade do CEDOC da Fundação Romi compartilhar, com as escolas do município, parte de seu acervo, principalmente, os documentos diretamente vinculados à fundação da cidade de Santa Bárbara d´Oeste e, despertar o interesse dos estudantes para o potencial do montante histórico da entidade. De nada adianta apenas preservar a história, é preciso criar ações para disseminar e oportunizar o acesso. Dentre uma série outras ações promovidas pelo CEDOC para atingir esse objetivo, desta vez criamos o ‘Baú da História’.”, explicita a Coordenadora do CEDOC da Fundação Romi, Sandra E. de Souza Barboza.

Com o intuito de aguçar a curiosidade de alunos e educadores, o CEDOC da Fundação Romi vem trazendo para seu espaço educacional ações que instigam a investigação e o jogo da descoberta, despertando a curiosidade dos pequenos participantes, colocando em prática uma metodologia de aprendizagem mais dinâmica. A proposta tem sido descontruir a imagem de “museu estático”. O “Baú da História” mantém a dinamicidade da metodologia de ensino do CEDOC da Fundação por meio de jogos investigativos, mas altera o cenário, ou seja, leva até o espaço escolar um recorte dos conteúdos disponíveis neste ambiente que guarda e preserva a memória de Santa Bárbara d´Oeste.

“Sempre recebemos escolas e crianças em nosso espaço, mas, desta vez, gostaríamos de “sermos recebidos”. Essa forma de ação extramuros possibilitará aos estudantes e professores, que desenvolvam uma série de atividades com a temática da fundação da cidade que, neste ano, completa 200 anos”, pontua Sandra.

Quarenta escolas, públicas e privadas, de Ensino Fundamental I de Santa Bárbara d´Oeste poderão, gratuitamente, se inscreverem nesta etapa do projeto “CEDOC em Movimento”. Os participantes inscritos serão submetidos a um treinamento para que compreendam os itens integrantes do “Baú da História”, meios e formas de manuseio, atividades extras, além de técnicas de contação de história. Tudo isso voltado a potencializar os conteúdos que professores e coordenadores poderão desenvolver em suas respectivas escolas.

“Cada escola participante receberá um ‘Baú da História’ com um Guia do Professor, um manual com orientações para o melhor uso do baú e de seus itens, um conjunto de Tabloides, ou seja, um jornal para cada aluno matriculado no Ensino Fundamental I da escola com atividades para realizar, um boneco (fantoche) para dar ludicidade às atividades escolares propostas, uma cópia fiel do jornal “Correio Barbarense”, publicado em 10 de dezembro de 1967, dez fotografias de pontos históricos da cidade de Santa Bárbara d´Oeste e uma Linha do Tempo com uma série de pontos marcantes da história da cidade”, entusiasma-se a Coordenadora do CEDOC da Fundação Romi.

Diretores e coordenadores escolares que queiram mais informações acerca do “Baú da História” e tenham interesse em participar desta etapa do projeto “CEDOC em Movimento”, podem acessar o site do CEDOC, através do link www.fundacaoromi.org.br/cedoc, na página Baú da História e realizar contato com a equipe da CEDOC da Fundação Romi. O Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi está localizada na Avenida João Ometto, 118, no Jd. Panambi em Santa Bárbara d´Oeste. Mais informações também podem ser obtidas pelo telefone (19) 3499-1558.

Exposição histórico-fotográfica “CEDOC em Movimento: Santa Bárbara 200 anos”

Com vistas à democratização do acesso à história de Santa Bárbara d´Oeste e seus 200 anos, o Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi promove, além do “Baú da História” a exposição itinerante “CEDOC em Movimento: Santa Bárbara 200 anos”. A proposta é oportunizar, não apenas aos barbarenses, mas aos munícipes das cidades do entorno, o contato com um recorte histórico da cidade ilustrado por meio de uma série de fotógrafos e amantes da fotografia de três dos mais importantes pontos turísticos de Santa Bárbara.

A primeira expedição possibilitou o reconhecimento de detalhes ricos da narrativa local, como o memorial de Dona Margarida, que guarda seus restos mortais da fundadora da cidade, o busto do Cel. Luiz Alves, que dá nome à praça central do município, e a arquitetura da Matriz Santa Bárbara. Já na segunda, os expedicionários visitaram a Usina Santa Bárbara. Lá os fotógrafos puderam transitar e registrar boa parte dos espaços da centenária edificação – um dos pontos de maior identificação do município barbarense. Por fim, no ultimo ponto de visitação, os amantes da fotografia conheceram mais acerca da história do tradicional bairro Santo Antônio do Sapezeiro.

O ponto de inicial desta exposição, criada a partir das lentes dos participantes das expedições, fotógrafos profissionais e amantes da fotografia, será o Tivoli Shopping em Santa Bárbara d´Oeste. A abertura está programada para o dia 08 de maio, terça-feira, às 10h. A visitação poderá ser feita até o dia 27 de maio, sempre de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h, e, aos domingos, das 14h às 20h. A entrada é franca e o Tivoli Shopping fica à Av. Santa Bárbara, 777, em Santa Bárbara d´Oeste. A exposição histórico-fotográfica, em comemoração aos duzentos anos de fundação da cidade de Santa Bárbara d´Oeste, circulará por outros pontos da cidade, além de espaços culturais em Nova Odessa, Sumaré, Campinas e Piracicaba.

Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro

A Caixa e a Fundação Romi assinaram no mês de Abril/17, em Santa Bárbara D´Oeste (SP), o contrato que destina investimentos de R$ 200 mil para projeto de educação patrimonial, intitulado “CEDOC em Movimento”, com o objetivo de realizar ações educativas direcionadas aos educadores, aos estudantes e à comunidade de Santa Bárbara d’Oeste e região, beneficiando aproximadamente 35.000 pessoas até o fim de 2018.

O projeto foi selecionado no edital do Programa Caixa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro – 2017/2018, no qual concorreram propostas de instituições de várias regiões do país, sendo selecionados 13 projetos, representando um valor total de R$ 3 milhões com utilização prioritária da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

O Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro tem como objeto a seleção de projetos de entidades museais que visem assegurar a democratização do acesso e a preservação do patrimônio cultural brasileiro. O processo de seleção é bienal e contempla projetos de funcionamento de instituições museológicas, tais como programas pedagógicos (ações de arte-educação, oficinas, palestras, cursos, visitas mediadas), programação de mostras de seu acervo permanente e mostras temporárias, dentre outros.

Comentários