RMC

CCR AutoBAn inicia obras do Complexo Viário de Jundiaí


Lançamento das obras aconteceu na manhã dessa quarta-feira, 20, na altura do km 56 da Via Anhanguera, em Jundiaí, e contou com a presença do governador Geraldo Alckmin. Além do Complexo Viário de Jundiaí, concessionária CCR AutoBAn realizará obras de melhorias nos acessos do km 84+600, em Valinhos, e no km 110, em Sumaré

Em cerimônia que contou com a presença do governador do Estado, Geraldo Alckmin, a CCR AutoBAn, concessionária que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, iniciou as obras da primeira etapa do Complexo Viário de Jundiaí,  que irá organizar o fluxo de veículos na Via Anhanguera (SP-330), na região. Os trabalhos, depois de concluídos, aumentarão o conforto dos usuários da rodovia. O evento aconteceu na manhã de quarta-feira, 20, ao lado da Rodoviária de Jundiaí, na altura do km 56 da SP-330.

 

As intervenções acontecem entre os quilômetros 55+900 e 61 da Via Anhanguera, divididas em duas fases. Na primeira, chamada 1A, serão construídas alças de acesso da pista sul (sentido interior-capital) da Via Anhanguera para a avenida Nove de Julho, com a implantação de dois viadutos, ponto de ônibus e ordenações nas vias marginais sentido sul.

 

Já na segunda fase da obra, chamada 1B, será construído um novo viaduto sobre a Via Anhanguera, na altura do km 58+900 da rodovia. Esta transposição, que vai ligar as avenidas Osmundo Pelegrini e Jacyro Martinasso, resultará em uma nova interligação entre os bairros Medeiros, Eloy Chaves e Fazenda Grande ao centro de Jundiaí. O viaduto não dará acesso à rodovia.  Esta nova conexão leste-oeste deve retirar fluxo considerável de veículos no trevo do km 58 da Anhanguera. Também serão realizadas melhorias nas vias marginais da rodovia, entre os quilômetros 58+400 e 60+200 da pista norte (sentido capital-interior) e construção de passarela.

 

Com o início das obras, a equipe de engenharia da concessionária passa a realizar, nos próximos 60 dias, os serviços de terraplanagem, sem interferência no tráfego da rodovia. Os trabalhos serão realizados inicialmente no trevo da avenida Nove de Julho e, a partir de agosto, na região do Córrego das Valquírias (altura do km 58+900 da Via Anhanguera).

 

A entrega total da obra está prevista para julho de 2018. O investimento total é de R$ 204,6 milhões, pagos com recursos da receita de pedágio e financiamentos.


Outras obras

Além do Complexo Viário de Jundiaí, o governador Geraldo Alckmin anunciou ainda o início de obras na Via Anhanguera nas regiões de Sumaré e Valinhos. Entre as melhorias, estão o novo acesso ao bairro Macuco (pista sul – sentido capital interior), na altura do km 84, em Valinhos, e ao bairro Jardim São Francisco, em Sumaré, no km 110 (pista sul – sentido capital interior), ambos com entrega prevista para julho de 2016. Serão investidos R$ 1,1 milhão e R$ 1.9 milhão, respectivamente.

 

Aniversário Via Anhanguera

A Via Anhanguera completa nesta sexta-feira, 22 de abril, 68 anos. A rodovia é uma das mais importantes ligações entre a cidade de São Paulo e o interior do Estado, além de possibilitar o acesso a áreas agrícolas, como os Estados do Centro-Oeste do país.  A inauguração da Via Anhanguera, no final da década de 1940, foi um dos principais motivos para desenvolvimento das regiões de Jundiaí e da Região Metropolitana de Campinas. A CCR AutoBAn é responsável pela gestão de trecho da rodovia (entre São Paulo e Cordeirópolis) desde 1998. Neste período, a concessionária já investiu cerca de 2,5 bilhões em obras de melhoria e modernização da rodovia.

 

Ficha técnica da Obra

Via Anhanguera – Complexo Viário de Jundiaí

Fase 1A e Fase 1B

Investimento: R$ 204.629.818,54 (Base: julho/2015)

Empregos gerados na obra: 600

Benefícios:

  • Melhoria e ganhos de mobilidade, conforto e segurança aos usuários do conjunto viário municipal e rodoviário da região.
  • Redução do percurso da população de Jundiaí da zona Oeste com a região central do município.
  • Volume Diário Médio de 40.000 veículos por pista.

 

População beneficiada: A obra beneficiará a população de Jundiaí, estimada atualmente em 380 mil habitantes, bem como os usuários que utilizam a Via Anhanguera em suas viagens, oferecendo maior fluidez, segurança e conforto.

 

1A – Trevo 9 de Julho: Implantação das alças de acesso do Rodovia Anhanguera pista sul para a Avenida 9 de Julho, melhoria e ordenação das vias marginais sul e implantação de Ponto de ônibus. Os serviços que compõem esta obra consistem em serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização horizontal, sinalização vertical, elementos de segurança, muros de contenção, implantação de duas OAE’s, remanejamento de interferências, iluminação viária e desvios de tráfego.

Melhoria e ganhos de mobilidade, conforto e segurança aos usuários do conjunto viário municipal e rodoviário da região.

Foto: A2img / Ciete Silvéri

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1B – Viaduto das Valquírias e Melhorias das Vias Marginais: Implantação de transposição superior a Via Anhanguera no km 58+900 para ligação da Av. Osmundo do Santos Pellegrini com a Av. Dr Jacyro Martinasso e Melhorias e ordenação das Vias Marginais sentido norte da Via Anhanguera, do km 58+400 ao 60+200. Os serviços que compõem esta obra consistem em terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização horizontal, sinalização vertical, elementos de segurança, muros de contenção, implantação de duas OAE’s, remanejamento de interferências, implantação de passarela para pedestres, iluminação viária e desvios de tráfego.

 

Ficha técnica da obra:

Acesso ao Bairro Jardim São Francisco no km 110 Pista Sul (Sumaré) – SP-330

Investimento: R$ 1.943.919,68 (Base: jul/15)

Empregos gerados na obra: 50

Benefícios:

  • Melhoria e ganhos de mobilidade, conforto e segurança aos usuários do conjunto viário municipal e rodoviário da região.
  • Redução do percurso da população de Sumaré e região entre o centro da cidade e o bairro Jardim São Francisco.
  • Volume Diário Médio de 47.000 veículos

 

Característica da obra: Construção de acesso com serviços de drenagem, pavimentação, sinalização vertical e horizontal e dispositivos de segurança. Contempla também implantação de faixa de desaceleração, ampliação da marginal e melhorias no ponto de ônibus existente.

 

População beneficiada: Em torno de 40 mil habitantes, oriundos do Bairro Jardim São Francisco e região, como também aos trabalhadores da Honda Automóveis

 

Ficha técnica da obra

Acesso do km 84+600 pista sul (Valinhos) SP-330

Investimento: R$ 1.167.747,91 (Base: julho/2015)

Empregos gerados na obra: 60

Benefícios:

  • As novas condições geométricas do acesso permitirão o desenvolvimento da região do Distrito Industrial de Valinhos, melhorando ainda as condições de conforto e segurança na região.
  • Volume Diário Médio de 30.000 veículos

 

Característica da obra: Reconstrução total de acesso existente com serviços de drenagem, pavimentação, muro de contenção, sinalização vertical e horizontal e dispositivos de segurança, contemplando também implantação de novas faixas de desaceleração e aceleração, além de faixa de acomodação do tráfego.

 

População beneficiada: Em torno de 30 mil habitantes, oriundas dos bairros Macuco, Capivari, e Reforma Agrária, como também as empresas atualmente instaladas no Distrito Industrial de Valinhos.

 

Sobre a CCR AutoBAn

A CCR AutoBAn é responsável, desde 1º de maio de 1998, pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. A concessionária gerencia 316,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP 348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. Foi a quinta concessionária a integrar o Grupo CCR.

 

Sobre o Grupo CCR

Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Controla, atualmente, 3.284 quilômetros de rodovias sob a gestão das concessionárias CCR Ponte (RJ), CCR NovaDutra (SP-RJ), CCR ViaLagos (RJ), CCR RodoNorte (PR), CCR AutoBAn (SP), CCR ViaOeste (SP), CCR RodoAnel (SP), Renovias (SP), CCR SPVias (SP) e CCR MSVia (MS). Também faz parte do controle acionário da concessionária ViaRio, responsável pela construção e operação do Corredor Expresso Transolímpica, no Rio de Janeiro. O Grupo CCR atua ainda em negócios correlatos, tendo participação de 34,25% na STP, que opera o serviço de cobrança automática de pedágios e estacionamentos. Além disso, o Grupo CCR está presente  no segmento de transporte de passageiros por meio das concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, responsáveis, respectivamente, pela operação da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, pelo transporte aquaviário de passageiros  no Rio de Janeiro e pelo sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, além de ter participação na concessão do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos), que interligará a região portuária e o centro do Rio de Janeiro. O grupo ingressou, em 2012, no setor aeroportuário, com a aquisição de participação acionária nas concessionárias dos aeroportos internacionais de Quito (Equador), San Jose (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a CCR assinou o Pacto Global da ONU e em 2015 faz parte da carteira teórica do ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial – da BM&FBovespa pelo quarto ano consecutivo. Em 2013 e 2014, o Grupo CCR foi escolhido o melhor na categoria infraestrutura pelo Guia Exame de Sustentabilidade.  Emprega, atualmente, cerca de 12 mil colaboradores.

 

 

 

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br