CCR AutoBAn espera 650 mil veículos no feriado de Tiradentes

Neste feriado de Tiradentes, a CCR AutoBAn – concessionária que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo – espera a circulação de aproximadamente 650 mil veículos no Sistema Anhanguera-Bandeirantes, entre saída e chegada à Capital, no período de quatro dias: de quinta-feira, 20 de abril, a domingo, 23 de abril.

 

Horários de pico

Os horários de maior movimento no Sistema Anhanguera-Bandeirantes estão previstos para:

 

  • Quinta-feira (20/04) das 14 às 20h;
  • Sexta-feira (21/04) das 9 às 14h;
  • Domingo (23/04) das 12 às 23h

 

Operação Caminhão

Na sexta-feira (21) e no domingo (23), das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à Capital pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) devem utilizar a Via Anhanguera (SP-330) no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela Saída 48 da Bandeirantes. O desvio tem como objetivo melhorar a distribuição do tráfego. A Concessionária prestará apoio à fiscalização feita pela Polícia Militar Rodoviária.

 

Dados Comparativos

No feriado de Tiradentes de 2016, entre os dias 20 e 24 de abril, foram registrados no Sistema Anhanguera-Bandeirantes 64 acidentes, com 45 feridos e 1 morte. O tráfego neste período, entre saída e chegada à Capital, foi de aproximadamente 669 mil veículos.

 

Para fins comparativos, já que a Operação Tiradentes de 2017 contará com quatro dias de operação (em 2016 foram 5 dias de operação), não foram considerados o tráfego e as ocorrências do dia 22 de abril de 2016.

 

Farol baixo nas rodovias

Ao longo da operação do feriado de Tiradentes, colaboradores da CCR AutoBAn e da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) entregam durante os atendimentos adesivos que lembram os usuários sobre o uso do farol baixo durante o dia nas rodovias. O material, que pode ser colado na parte interna dos para-brisas, próximo ao painel, é semelhante aqueles utilizados para anotar as trocas de óleo dos veículos. O material foi impresso em parceria com a gráfica Mack Color.

 

Operação do Sistema Anhanguera-Bandeirantes

O Centro de Controle Operacional (CCO) da CCR AutoBAn monitora 24 horas todo o sistema viário, em conjunto com o Polícia Militar Rodoviária, por meio dos equipamentos do Sistema de Monitoramento de Tráfego, que incluem 104 câmeras de Circuito Fechado de TV, Sistema Analisador de Tráfego com 177 faixas, 9 estações de meteorologia, 28 painéis de mensagens variáveis fixos e 11 móveis, além de 37 radares fixos.

 

Durante a operação do feriado de Tiradentes, o serviço SOS Usuário será intensificado e terá aproximadamente 15% a mais de veículos em atendimento, com 57 viaturas, entre guinchos leves e pesados, veículos de inspeção de tráfego, ambulâncias, caminhões-pipa e para apreensão de animais, auto-guindaste e veículos de apoio. Além do Disque CCR AutoBAn (0800 055 5550), os usuários do Sistema Anhanguera-Bandeirantes contam com mais de 544 telefones de emergência, localizados a cada quilômetro nas duas pistas das rodovias. Toda a operação das rodovias contará com uma equipe composta por aproximadamente 410 pessoas.

 

Sobre a CCR AutoBAn

A CCR AutoBAn é responsável, desde 1º de maio de 1998, pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. A concessionária gerencia 316,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP 348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. Foi a quinta concessionária a integrar o Grupo CCR.

 

Sobre o Grupo CCR

Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Controla, atualmente, 3.265 quilômetros de rodovias sob a gestão das concessionárias CCR NovaDutra (SP-RJ), CCR ViaLagos (RJ), CCR RodoNorte (PR), CCR AutoBAn (SP), CCR ViaOeste (SP), CCR RodoAnel (SP), Renovias (SP), CCR SPVias (SP) e CCR MSVia (MS). Também faz parte do controle acionário da concessionária ViaRio, responsável pela construção e operação do Corredor Expresso Transolímpica, no Rio de Janeiro. O Grupo CCR atua ainda em negócios correlatos, tendo participação de 34,25% na STP, que opera o serviço de cobrança automática de pedágios e estacionamentos. O Grupo CCR também atua no setor de transmissão de dados de alta capacidade por meio da Samm, empresa prestadora de serviços de comunicação multimídia e conectividade IP com mais de 4.700 quilômetros de fibra óptica subterrânea. Além disso, o Grupo CCR está presente no segmento de transporte de passageiros por meio das concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, responsáveis, respectivamente, pela operação da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, pelo transporte aquaviário de passageiros no Rio de Janeiro e pelo sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, além de ter participação na concessão do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos), que interligará a região portuária e o centro do Rio de Janeiro. O grupo ingressou, em 2012, no setor aeroportuário, com a aquisição de participação acionária nas concessionárias dos aeroportos internacionais de Quito (Equador), San José (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport, responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a CCR assinou o Pacto Global da ONU e, em 2015, faz parte da carteira teórica do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial), da BM&FBovespa, pelo quarto ano consecutivo. Emprega, atualmente, cerca de 12 mil colaboradores.

Comentários