Brasileiro está entre os melhores comunicadores de ciência do mundo

O pesquisador maranhense Felipe Lima da Costa é um dos 31 cientistas escolhidos para a final internacional do FameLab, uma das maiores competições de comunicação científica do mundo;

  Organizado pelo Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra, em parceria com o British Council, o FameLab está presente em mais de 30 países, com o objetivo de aproximar a ciência do público leigo;

  Competidores deverão apresentar um tema científico em até 3 minutos, de maneira lúdica e criativa, para público de leigos e júri especializado, que inclui Ellen Stofan, cientista-chefe da NASA de 2013 a 2017;

  Final será transmitida ao vivo pelo Facebook em 8 de junho, a partir das 16h30 (horário de Brasília)

 

O pesquisador brasileiro Felipe Lima da Costa vai participar da final internacional do FameLab, um dos maiores e mais prestigiados eventos de comunicação científica do mundo. O concurso reúne os 31 melhores comunicadores de ciência do planeta, e será realizado em 8 de junho na cidade de Cheltenham, na Inglaterra.

Maranhense, Felipe Lima da Costa foi o vencedor da etapa brasileira do evento, que contou com participantes de todas as regiões do país e foi realizada no Museu do Amanhã pelo British Council em parceria com CNPQ, CONFAP e FAPESP. Felipe é pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão (FAPEMA).

Martin Dowle (esq.), diretor do British Council no Brasil, e Felipe Lima da Costa (dir.). Crédito: Marcos Gouvêa/British Council

Para chegar à final internacional do FameLab, Felipe conquistou o público brasileiro com uma apresentação sobre o uso do concreto, que é o segundo material mais consumido pelo ser humano, atrás apenas da água. Confira o vídeo da apresentação de Felipe neste link: https://www.youtube.com/watch?v=2JPi1bTyU_0

Para participar do FameLab, pesquisadores de todo o Brasil enviaram vídeos originais e divertidos, de até 3 minutos, em que apresentaram um tema científico direcionado ao público leigo, sem recurso a qualquer dispositivo eletrônico (como Power Point), edição ou efeitos especiais.

A final mundial do FameLab é uma das atrações do Festival de Ciência de Cheltenham, no Reino Unido, e será transmitida ao vivo via Facebook, em 8 de junho, a partir das 16h30 (horário de Brasília): www.facebook.com/FameLabInternational

Sucesso em todos os países onde está presente, o FameLab foi idealizado para promover o diálogo entre cientistas e o público leigo, incentivando o desenvolvimento das competências de comunicação entre pesquisadores e aproximando a pesquisa científica do público em geral.

SERVIÇO

FameLab – competição internacional de comunicação científica

Final internacional: 08 de junho de 2017

Local: Festival de Ciência de Cheltenham, Reino Unido

Horário: a partir das 16:30 (Brasília)

Transmissão ao vivo: www.facebook.com/FameLabInternational

SOBRE O FAMELAB

O FameLab foi lançado em 2004 pelo Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra, e está presente em mais de 30 países. Tem como objetivos promover a aproximação entre cientistas e público em geral e incentivar o desenvolvimento de competências entre pesquisadores. Acesse: www.britishcouncil.org.br/famelab

SOBRE O BRITISH COUNCIL

O British Council é a organização internacional sem fins lucrativos do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. A organização está presente em mais de 100 países e trabalha com parceiros como governos, organizações não governamentais e iniciativa privada, em ações relacionadas à promoção da língua inglesa, cultura, artes, educação e programas sociais. Informações: http://www.britishcouncil.org.br

SOBRE O CNPQ

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), tem como missão fomentar a Ciência, Tecnologia e Inovação e atuar na formulação de suas políticas, contribuindo para o avanço das fronteiras do conhecimento, o desenvolvimento sustentável e a soberania nacional. Criado em 1951, desempenha papel primordial na formulação e condução das políticas de ciência, tecnologia e inovação. Sua atuação contribui para o desenvolvimento nacional e o reconhecimento     das instituições de pesquisa e pesquisadores brasileiros pela comunidade científica internacional.

SOBRE O CONFAP

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa é uma organização sem fins lucrativos que tem por objetivo melhor articular os interesses das agências estaduais de fomento à pesquisa. Criado oficialmente em 2006, o Conselho agrega fundações de 25 estados, mais o Distrito Federal.

 SOBRE A FAPESP

Criada em 1962, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) está entre as mais importantes agências de fomento à Ciência e Tecnologia do Brasil. Mantida pela transferência de 1% das receitas tributárias do Estado de São Paulo, a FAPESP apoia projetos de pesquisa científica e tecnológica propostos por pesquisadores ligados a instituições de ensino superior e pesquisa no Estado, em todas as áreas do conhecimento. A seleção é feita com base na revisão por pares (peer review), metodologia que usa pareceres de pesquisadores brasileiros e estrangeiros não vinculados à Fundação como base para decisões. Mais informações em www.fapesp.br.

Museu do Amanhã

Localizado na região portuária do Rio de Janeiro, o Museu do Amanhã é um equipamento cultural da Prefeitura do Rio. Focado em ciências cósmicas e terrestres, o museu é um espaço de experimentação e discussão sobre temas que terão profundo impacto na humanidade pelas próximas décadas. Informações: http://museudoamanha.org.br