Brasil goleia a Austrália com dois gols de Diego Souza

Com um gol relâmpago aos 10 segundos de jogo, o Brasil venceu a Austrália por 4 a 0 na manhã desta terça-feira, no estádio Melbourne Cricket Ground. Diego Souza marcou duas vezes, no primeiro e último lance do jogo, Thiago Silva completou de cabeça e Taison anotou outro já na final do segundo tempo.

O jogo serviu para o técnico Tite dar oportunidade à maioria dos jogadores que levou à Austrália.
Foto: Pedro Martins / MoWA Press

Do time que perdeu para a Argentina por 1 a 0 na última sexta-feira, apenas Thiago Silva, Paulinho e Philippe Coutinho começaram a partida novamente no time titular. Jogadores como Rodrigo Caio, Giuliano, Rafinha e Diego Alves tiveram uma chance desde os minutos iniciais. Outra mudança importante foi David Luiz, improvisado como volante. E não foi preciso muito esforço para voltar do Oceania com a vitória.
Todos os jogadores estavam em suas posições, o árbitro conferiu com os assistentes, checou seu relógio de pulso e deu início à partida. Dez segundos depois, o narrador já gritava o primeiro gol. Giuliano apertou a saída de bola e forçou o erro do zagueiro australiano, que deixou nos seus pés. Ele dominou, carregou pelo meio e deixou com Diego Souza. O atacante entrou em velocidade e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Langerak.
A bola nas redes de forma repentina calou o estádio em Melbourne. Era possível ouvir os pássaros que rodeiam o gramado e deu à Seleção brasileira uma certa tranquilidade inicial. O time passou a trocar passes no meio campo, esperando um erro dos australianos. Aos 28 minutos, David Luiz carregou bem pelo meio e lançou Diego Souza pela esquerda, que sairia novamente em condições de marcar, mas o assistente assinalou o impedimento.
Jogando em casa, a Austrália tentava de todas as formas diminuir os espaços do Brasil. O técnico Ange Postecoglou gritava muito com o time, pedindo a marcação já na saída de bola dos brasileiros. O segundo gol, então, saiu de bola parada no segundo tempo. Num escanteio pela direita, Philippe Coutinho mandou a bola na marca do pênalti e David Luiz conseguiu testar no travessão. No rebote, Rodrigo Caio manda de novo na confusão e Thiago Silva subiu no terceiro andar para balançar as redes, aos 16 minutos do segundo tempo.
Com a oportunidade de fazer seis substituições, Tite tirou Douglas Costa e mandou Taison para o campo. Numa tabela entre Paulinho e William pela direita, a bola sobrou para o ex-atacante do Internacional, que apenas tocou no contrapé do goleiro Langerak aos 29 minutos. O terceiro gol fez com que a Austrália abrisse suas linhas de marcação e se aventurasse um pouco mais no campo de ataque, mas já era tarde para reverter a goleada.
Em um contra-ataque de velocidade, Willian saiu em velocidade contra a marcação e tentou a tabela com Taison, mas o zagueiro australiano deu um carrinho no meio do caminho. O desvio seria providencial se a bola não fosse contra o próprio gol. Langerak espalmou para o meio e Willian tentou de novo no rebote, mas mandou pela linha de fundo. No escanteio, aos 47 minutos e último lance do jogo, o atacante do Chelsea jogou na cabeça de Diego Souza, que fechou o amistoso.
A Seleção Brasileira só volta aos gramados no dia 31 de agosto, pela 15ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. O grupo de Tite já está classificado para a Copa do Mundo de 2018 com quatro rodadas de antecedência e agora defende a liderança contra o Equador na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

FPF

Comentários