Bolsa Família: Novo cartão de monitoramento deve ser retirado até dia 18


As famílias beneficiárias devem retirar até o prazo para evitar o bloqueio do benefício

 

A Prefeitura de Santa Bárbara d´Oeste segue com a distribuição do novo cartão de monitoramento relativo à segunda vigência de 2016. Os beneficiários devem procurar o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) ou NAS (Núcleo de Assistência Social) mais próximo de suas residências até o dia 18 de novembro.  A retirada do novo cartão é uma exigência para continuar a receber o benefício.

 

O objetivo do novo documento é otimizar o atendimento e acompanhamento das famílias.  O cartão de monitoramento foi custeado pelo IGD (índice e Gestão Descentralizada do Bolsa Família) – Bolsa Família, repassados mensalmente pelo Governo Federal ao Município.

 

Em caso de dúvidas, o beneficiário pode procurar o Cadastro Único (Bolsa Família), localizado na Avenida de Cillo, 650, sala 02, Centro Social Urbano, Jardim Belo Horizonte. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 8 às 15 horas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3455.2424.

 

Cartão de monitoramento

 

A adesão do cartão de monitoramento traz diversas vantagens na gestão do Programa Bolsa Família no município. O cartão traz informações por família de maneira objetiva, indicando, inclusive, se a família beneficiária está cumprindo as condicionalidades do programa. A expectativa é fortalecer o vínculo dos beneficiários com a rede de serviços, possibilitar a melhoria contínua do processo através de novos cruzamentos de dados e novos monitoramentos e gerar índices de evolução das famílias, da qualidade do serviço ofertado, de amamentação e pré natal.

 

Com o cartão de monitoramento em mãos, as famílias devem ir até uma UBS, em horários definidos para o atendimento, para que cumpram as condicionalidades da saúde. Mulheres na faixa de 14 a 44 anos devem fazer o acompanhamento (pesar e medir), crianças menores de 7 anos também serão medidas e pesadas para acompanhar o desenvolvimento, além de verificar o cartão de vacinação e gestantes ou nutrizes (lactantes) devem realizar o pré-natal e o acompanhamento da sua saúde e do bebê, participando de ações educativas. Após o atendimento, o cartão de monitoramento fica na UBS para que os dados sejam digitados e inseridos em um sistema da saúde. As famílias atendidas receberão um comprovante de que realizaram a ação.

 

A vigência da condicionalidade da Saúde é de seis meses. Portanto, as famílias beneficiárias devem retirar o cartão de monitoramento e realizar o acompanhamento na UBS mais próxima de sua residência, duas vezes por ano.

 

Para ter direito ao benefício do Governo Federal, os beneficiários devem cumprir também compromissos na Educação e Assistência Social. De dois em dois meses são verificadas a matrícula e a frequência escolar. Além disso, as famílias devem manter o cadastro atualizado. A revisão cadastral é realizada a cada dois anos.

 

 

Confira os dias e horários de atendimento das UBS:

 

UBS Europa

Terça-feira: 13h30 às 14h30 e das 17 às 18 horas

Quarta e quinta-feira: 10 às 12 horas

 

UBS São Fernando

Quinta-feira: 9 às 10 horas e das 14 às 15 horas

Sexta-feira: 9 às 10 horas

 

UBS Cruzeiro do Sul

Segunda e quarta-feira – 13 às 15 horas

Sexta-feira: 8 às 11 horas

 

UBS 31 de Março

Sexta-feira: 8 às 15 horas

 

UBS Planalto do Sol 2

Terça e quinta-feira: 8h30 às 10 horas e das 14 às 15h30

 

UBS Mollon

Quarta-feira: 14h30 às 15h30

Sexta-feira: 8 às 9 horas

 

UBS Cidade Nova

Segunda e Sexta-feira: 8 às 9 horas e das 15 às 16 horas

 

UBS São Francisco

Quinta e Sexta-feira: das 13 às 15 horas

 

UBS Esmeralda

Terça-feira: 9 às 10 horas

Sexta-feira: 14h30 às 15h30

 

UBS Romano

Segunda e Sexta-feira: 7 às 9h30

 

UBS Vista Alegre

Quarta-feira: 10 às 11 horas

Sexta-feira: 13 às 14 horas

 

Centro de Saúde II

Segunda a sexta-feira: 9 às 15h30