Assembleia aprova Limeira como Município de Interesse Turístico

Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na noite de ontem (27)projeto de lei que classifica Limeira como Município de Interesse Turístico (MIT). A cidade passará a receber recursos anuais do governo do Estado que serão destinados a investimentos na infraestrutura turística.

Atendendo determinação do prefeito Mario Botion, desde o início do ano, estamos empenhados na busca da inclusão de Limeira como Município de Interesse Turístico (MI)A utilização desta verba fomentará a ampliação e o fortalecimento das atividades econômicas de Limeira no setor”, afirmou secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação, Tito Almirall.

Ele explica que, além de Limeira, outras 30 cidades paulistas tiveram os projetos aprovados nesta mesma sessão, de autoria conjunta de 94 deputados. “A secretaria cumpriu uma série de exigências para chegar a esta aprovação e ser considerada de Interesse Turístico”, reforçou.

O prefeito Mario Botion está satisfeito com o resultado. “Alcançamos nosso objetivo nesta etapa. A classificação garante à cidade o recebimento de cerca de R$ 650 mil por ano e isso nos anima para dar sequência ao nosso projeto no setor”, afirmou o chefe do executivo

O Plano Diretor contempla ações com o turismo de negócios (joias e folheados), rural (zona rural) e histórico (fazendas). O projeto agora deverá ser sancionado pelo governo do Estado e transformado em lei. “Para pleitear esta condição, a secretaria comandada por Tito desenvolveu um trabalho incansável nos últimos meses, como na elaboração do Plano Diretor de Turismo do município, transformado em projeto de lei, aprovado pela Câmara Municipal, requisito necessário para o pleito junto ao governo Estadual”, acrescentou o prefeito.

Botion ainda lembrou que o início destas conversações aconteceram no primeiro semestre e contaram com importante e fundamental apoio da deputada estadual Clélia Gomes (PHS).. Também agradecemos a deputada Célia Leão (PSDB) que foi autora do projeto de lei apresentado na Assembleia e, agora, aprovado. Somos muito gratos”, disse Botion

Comentários