Artigo: Quem compra bem, vende bem

Por Bruno Giembinsky, Coordenador Nacional de Projetos e Serviços da Jiva

 

O processo de compras está ganhando cada vez mais destaque nos resultados financeiros das pequenas empresas. É através dele que os empresários negociam a melhor relação entre qualidade, preços, prazos de entregas e condições de pagamento de matérias-primas e produtos, para produção e vendas, com os fornecedores. Mas engana-se quem acha que o processo para por aí.

 

Outro procedimento inerente ao processo de compras que é imprescindível para os negócios, é o recebimento de mercadorias. Os recebimentos precisam ser meticulosamente monitorados, conferidos e contados, pois muitas vezes a empresa pode estar pagando mais do que foi acordado com o fornecedor.

 

Isso porque, em geral, as pequenas empresas não registram devidamente os pedidos de compra com os produtos adquiridos, quantidades, promoções, descontos e até os prazos, duramente negociados, e que, consequentemente, acabam não sendo considerados no momento do recebimento das mercadorias e pagamento. Ou seja, toda a ‘briga’ que os compradores tiveram para conseguir melhores condições, acaba sendo perdida ao longo dos procedimentos.

 

Em alguns casos, até mesmo a quantidade de cada produto comprado deixa de ser registrada, o que pode acarretar no descontrole do estoque e até em perdas financeiras, já que o que foi faturado pode não corresponder ao que foi realmente recebido. A empresa ainda poderá sofrer com a falta de insumos para produção e itens para venda, acarretando na perda de faturamento, além de não deixar outra escolha ao consumidor, a não ser procurar a concorrência.

 

E apesar de parecer um contrassenso, justamente o processo de compras, pode ser responsável pelo aumento do faturamento dos negócios, sem que isso signifique intensificar ou aumentar os esforços do time de vendas. Mas como isso é possível?

 

Através de uma gestão que permita visualizar o cenário da companhia como um todo, por exemplo, o time de compras pode usar as informações do corte dos pedidos de venda por não ter a mercadoria em estoque, do giro das mercadorias, do prazo de entrega dos fornecedores para otimizar o estoque, descobrir a mercadoria mais procurada pelos consumidores, e chegar no estoque mínimo ideal. Dessa forma, a empresa sempre tem produtos disponíveis para viabilizar o fluxo contínuo, deixando de perder faturamento por falta de produtos em estoque para vendas.

 

Com esses dados descritos acima, a empresa já pode negociar melhores preços com os fornecedores, com base no volume de compras e no tipo dos produtos requeridos, sem o risco de sofrer prejuízo, com recebimentos mal conferidos, além de alavancar as vendas, ao fidelizar os consumidores por sempre ter os produtos certos à disposição.

 

Por isso, quem compra bem, vende bem, evita prejuízos, fideliza os clientes, e se destaca no mercado em que atua. Portanto, contar com uma equipe de compras bem treinada, ágil e proativa, somada as metodologias e ferramentas de gestão capazes de acompanhar todo o processo interno do negócio, da cotação com o fornecedor à retirada dos produtos das prateleiras, pode colocar sua empresa no caminho certo!

 

 

 

Sobre a Jiva – http://jiva.com.br

Desde 2006 a Jiva atua no mercado de ERP, oferecendo soluções de gestão que atendem às necessidades específicas dos pequenos negócios.

 

Somos a melhor decisão da pequena empresa porque nossa expertise e experiência nos possibilitam entender as necessidades de cada negócio para prover uma solução de gestão integrada e eficiente, que proporcione otimização dos processos e promova a evolução gradativa da gestão, garantindo assim que nossos clientes tomem as melhores decisões no dia a dia tornando suas empresas mais lucrativas e competitivas.

 

Nosso jeito de promover a evolução da gestão das empresas passa pela análise e devolutiva dos pontos fracos e fortes de cada negócio; o compartilhamento das melhores práticas em processos; a automatização das regras do negócio por meio da implantação do ERP Jiva; o acompanhamento dos indicadores-chave; a capacitação da equipe; o acompanhamento da evolução gradativa e o atendimento especializado de cada empresa cliente.

 

Para fazer tudo isso com excelência, evoluímos constantemente, estando sempre à frente no quesito inovação: lançamos quatro novas versões do Jiva-W por ano, além de aplicativos que facilitam a gestão pelo celular e ambientes colaborativos que permitem interação com toda a Jiva e outros clientes com poucos cliques.

 

E essa evolução não para. Prova disso é que desde 2014 estamos entre “As Pequenas e Médias Empresas que mais Crescem no Brasil”, de acordo com a pesquisa realizada pela Deloitte e Revista Exame.

 

Estamos presentes em todo o Brasil, com mais de 300 colaboradores diretos, mais de 2.500 clientes usufruindo de uma gestão mais segura e mais de 10.500 usuários do Sistema ERP Jiva.

 

Comentários