Áreas gourmet são os novos pontos decisivos na hora de escolher um imóvel

Segurança, economia, lei seca, praticidade ou correria do dia a dia. Os fatores que levaram amigos a se reunirem em casa com mais regularidade que apenas em bares e restaurantes são diversos, mas esse hábito gerou também uma nova forma de negociar imóveis. O “raio gourmetizador” atingiu o mercado imobiliário e hoje influencia diretamente na decisão de compra ou locação de muita gente.

Segundo Daniel Aranovich, sócio proprietário da Imovit Inteligência Imobiliária, de Campinas, a procura por esse pré-requisito só aumenta. Uma pesquisa realizada pelo Boston Consulting Group com mais de 24 mil pessoas em 21 países, mostrou que 51% dos entrevistados brasileiros tinham a intenção de ficar mais em casa, utilizando seu lar contra o estresse. E para integrar os ambientes de quem bota a mão na massa e de quem prefere não se arriscar na cozinha, surgiram as áreas gourmet.

 

Compra e Venda

Na imobiliária de Aranovich, 92% das casas cadastradas contam com uma estrutura ideal para receber os amigos. No caso dos apartamentos a tendência é mais recente, ainda assim, 55% já tem a chamada varanda gourmet, que valoriza o imóvel. “Tínhamos um cliente com uma cobertura no Cambuí. O apartamento era bom, mas a parte gourmet era fraca. Indicamos um arquiteto para fazer um projeto e repaginar a área externa, assim ele conseguiu vender mais rápido e melhorar o imóvel dele”, destaca Aranovich, sobre a importância de cuidar bem desse cômodo, presente em 70% dos negócios fechados em sua empresa.

 

O exemplo veio de clientes de compra, como um que buscava um lar num condomínio fechado. “Ele viu várias casas e decidiu por uma justamente porque a área gourmet era linda e isolada da casa”, conta Aranovich. De tanto que o quesito é ponto decisório de compra, a equipe da Imovit criou um filtro específico no site para reunir as melhores áreas gourmets do acervo da imobiliária.

 

Decisão masculina

Se antes as cozinhas eram melhor analisadas pelas mulheres e, na maioria das vezes, a decisão final pela compra era delas, Daniel Aranovich conta que hoje isso já mudou. O especialista notou que, devido a cada vez mais homens gostarem de cozinhar, eles exercem grande peso na hora de escolher esses espaços.

  

De olho nas normas

Além da regra básica de silêncio após as 22h para não incomodar o vizinho, se você se animou para reformar o seu cantinho de receber os amigos, precisa ficar atento à nova norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O texto prevê que qualquer reforma precisa passar por uma aprovação e contar com um laudo técnico feito por um profissional qualificado, que pode ser um arquiteto ou um engenheiro. Existe também o cuidado com a fiscalização estatal, já que geralmente, o projeto aprovado pela prefeitura não contempla o fechamento das sacadas, portanto busque a orientação de um especialista.

 

Sobre a Imovit

Apresentar os imóveis como se fossem obras de arte. Essa é a metodologia da Imovit Inteligência Imobiliária, pioneira em Campinas a utilizar o conceito de “Curadoria”. Fundada em 2015, a empresa buscou inspiração em modelos de imobiliárias diferenciadas pelo mundo e criou uma maneira exclusiva de pesquisar, selecionar e exibir os produtos. Tendo o visual do imóvel como seu grande diferencial, a Imovit, ao contrário de outras imobiliárias, contrata fotógrafos profissionais para a realização do ensaio das unidades e selecionam entre 20 e 30 fotos de cada imóvel para colocar no site. A equipe de vendas é composta por dez corretores, que estão na empresa desde o começo e recebem treinamentos com temas diferentes a cada 15 dias.

Outro serviço prestado pela Imovit, sem custo adicional, é a assessoria em arquitetura, que dá um novo aspecto aos imóveis que precisam de reforma, em parceria com arquitetos, lojas de móveis, decoração, automação residencial e empresas que gerenciam a reforma. Além disso, a empresa também oferece auxílio na tramitação do financiamento, também sem custo extra para o cliente.

 

Comentários