Agendamento para inscrições das casas populares em Capivari é realizado no final do mês

Saiba os critérios para participar do sorteio. Será imprescindível a apresentação de comprovante de moradia ou trabalho há mais de 5 anos.

A realização do sonho de conquistar uma casa própria está cada vez mais próxima. O agendamento para as inscrições das casas populares será realizado nos dias 30 e 31 de outubro, das 9h às 16h, no Siam (Sistemas Integrados da Administração Municipal), que fica localizado na Rua João Gonçalves de Oliveira, 27, Bairro Santa Terezinha. Nestes dias, basta levar RG, CPF e comprovante de residência. Na oportunidade, o interessado receberá uma relação com todos os documentos necessários para realizar a inscrição que será feita de 6 a 9 de novembro, também no Siam.

Tanto para o agendamento quanto para a inscrição é necessário o comparecimento ao local. A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) realiza desta forma para já no primeiro momento fazer triagem dos interessados que realmente poderão concorrer às casas populares. É possível outra pessoa fazer o agendamento desde que seja parte da família, como pais, esposos e filhos, e que more na mesma residência. Lembrando que é válida apenas uma inscrição por família.

No dia, serão formadas duas filas, sendo uma delas prioritária para idoso com mais de 60 anos, gestante e pessoas com deficiência. É importante frisar que os que estiverem na fila prioritária só poderão realizar o agendamento em seu nome.

Para realizar o agendamento, os interessados precisam ter em mente que, para concorrer a uma casa popular, é necessário estar dentro dos seguintes critérios:

– Não possuir nenhuma propriedade em seu nome e que nunca ter sido contemplado com um imóvel popular em nenhum local do País;

– Comprovar trabalho ou moradia em Capivari há mais de 5 anos;

– Solteiros e morando sozinhos acima de 30 anos;

– Solteiros com filhos acima de 18 anos;

– Casados acima de 18 anos (amasiados também poderão participar da inscrição e caso seja sorteado posteriormente será necessário formalizar a união);

– Menores de 18 anos com certidão de emancipação ou certidão de casamento.

Comprovante de moradia ou trabalho

Durante o agendamento, o atendente entregará uma relação com todos os documentos que serão necessários levar no dia da inscrição. Isso varia de acordo com a situação da pessoa, mas o interessado já pode separar um comprovante de moradia ou trabalho há mais de 5 anos, o que será exigido para todos. Acompanhe abaixo alguns exemplos de documentos que é considerado como prova. É necessário apenas um destes:

– Carteira de trabalho com registros no município atualizada ou;

– Contrato de aluguel com reconhecimento de firma à época da assinatura ou;

– Carteirinha de vacinação do município, atualizada com carimbo do posto e visto do atendente, para filhos até 6 anos ou;

– Atestado escolar para filhos maiores de 7 anos ou;

– Comprovante do CadÚnico de programas sociais ou;

– Declaração do Posto de Saúde atestando o início e a frequência do atendimento do interessado ou;

– Declaração do comandante constatando tempo de lotação do servidor no município (válido para policiais militares e civis).